Consumidores começam a devolver o Apple Vision Pro nos EUA; veja os motivos

19/02/2024

Tecnologia

Fonte: Imagem: GettyImages

A primeira onda de devoluções do Apple Vision Pro começou. Alguns dos primeiros compradores do óculos de realidade mista da Apple ficaram descontentes com o produto e aproveitaram a política de arrependimento da empresa para devolvê-lo.

Uma das principais razões queixas dos usuários reembolsados é o desconforto. Os consumidores reclamam do peso do dispositivo, concentrado na parte da frente.

Que dia chato. Não posso acreditar, mas devolvi o Vision Pro. É muito desconfortável de usar e cansa meus olhos. É claramente o futuro. Funciona como mágica. Mas as compensações físicas simplesmente não valem a pena para mim neste momento, disse o gerente de produto da Vox Media, Parket Ortolani, no X (antigo Twitter).

Sintomas físicos também estão entre as reclamações dos usuários: nas redes, consumidores se queixam de enjoo e dores de cabeça causados pelo uso do Vision Pro. O uso do dispositivo também resultou em vermelhidão nos olhos, algo comum em óculos de realidade virtual.


Apple Vision Pro teria pouca utilidade

Algumas das devoluções também são causadas pela falta de utilidade do Vision Pro: consumidores mencionam que o produto não oferece benefícios em produtividade coerentes com o preço.

É difícil realizar multitarefas entre 'janelas', disse um usuário no Threads. Vários tipos de arquivos simplesmente não são suportados no Vision Pro. Também não consigo imaginar como criar um slide no óculos consumiria menos energia do que fazê-lo com mouse e teclado, complementou.


Apple Vision Pro começou a ser vendido oficialmente no começo de fevereiro, sendo um dos maiores lançamentos da companhia. O headset marca a estreia da Maçã no segmento de realidade mista, no que a empresa chama de computação espacial.

É um dispositivo caro, porém. O Apple Vision Pro pode ser adquirido por US$ 3.499 (R$ 17,1 mil) na versão mais básica.

Fonte(s): TecMundo